haja corazón


0 a 0

A pergunta continua: o que fazer com o blog?

Essa Copa foi a mais intensa de toda a minha vida... mas e agora?

Pensei também em transformar este blog em um guia mais interessante de Buenos Aires. Um guia nada careta. Mas será que o UOL nos apoiaria?

Escrito por André Takeda às 13h06
[ ] [ envie esta mensagem ]


O argentino que garantiu a vaga

Sim, Camoranesi é a Argentina na final. O jogador é argentino naturalizado italiano e chegou mais longe que os seus patrícios. E também andou dando umas entrevistas dizendo que faltou concentração e empenho à seleção do Pekerman. Se eu fosse ele, fecharia a boca para não levar porrada da próxima vez que pisar no aeroporto de Ezeiza.

Agora, os argentinos estão divididos. Eu acho que deveria ser assim: quem vive na Recoleta deveria torcer pela França. E quem vive em San Telmo e em Boca, tem que torcer pela Itália. Como eu vivo em Belgrano, vou torcer para que o gramado ganhe vida própria e sugue todos os jogadores.



Escrito por André Takeda às 11h40
[ ] [ envie esta mensagem ]


A final mais modorrenta da história das Copas está a caminho para encerrar a Copa mais interessante de nossas vidas. E agora vem a pergunta: por que o Roberto Carlos resolveu ajeitar a meia justo naquele momento? Ok, essa pergunta nunca será completamente respondida. A pergunta verdadeira é: o que vamos fazer com o Haja Corazón?

(a) Vamos começar a campanha "Argentina na lanterna das eliminatórias 2009"
(b) Vamos imprimir todo o blog e fazer uma cerimônia de cremação
(c) Vamos imprimir o blog, vender no metrô por 1 peso e doar o dinheiro para a AFA tentar comprar o árbitros da Copa de 2010

Aceitamos sugestões.



Escrito por Fabiano Goldoni às 19h48
[ ] [ envie esta mensagem ]


O Bianchi brasileiro

É assim que chamam o Felipão por aqui. Pra quem não sabe, o Carlos Bianchi é o técnico que levou o inexpressivo Velez Sarsfield a Tóquio para ganhar o mundial interclubes. Ele tem a fama de pegar times pequenos e fazer milagres, como o nosso conterrâneo.

Claro que a gente sempre ressalta que a comparação é um pouco desigual, pois o Bianchi nunca ganhou uma Copa do Mundo.

 



Escrito por Fabiano Goldoni às 16h16
[ ] [ envie esta mensagem ]


A pizza ganhou da salsicha

Ontem o pessoal aqui comemorou com muita euforia a derrota da Alemanha. Até porque, você sabe, o que não falta em Buenos Aires são argentinos.

Agora, espero que eles torçam com a gente pelo Felipão.



Escrito por André Takeda às 14h08
[ ] [ envie esta mensagem ]


Deu certo!

A cerveja Isenbeck tanto secou que funcionou.



Escrito por André Takeda às 14h06
[ ] [ envie esta mensagem ]


Mais corneta

Sempre lembrando aos amigos argentinos que só existe um país com 5 copas na prateleira.



Escrito por Fabiano Goldoni às 18h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


Conerta, crítica ou verdade?



Escrito por André Takeda às 11h58
[ ] [ envie esta mensagem ]


O jeito agora é torcer pelos Pumas



Escrito por André Takeda às 19h10
[ ] [ envie esta mensagem ]


sábio vendedor

Ele diz literalmente: "Olho com o Scolari! Ele vai arrebentar o cu de vocês."



Escrito por Fabiano Goldoni às 15h17
[ ] [ envie esta mensagem ]


Banda quilombeira

Aí está a diferença entre o Brasil e Argentina nesta Copa.

O time brasileiro foi recebido com vaias em São Paulo e teve uns jogadores que tiveram que sair por outra saída no aeroporto.

Já os argentinos foram recebidos como heróis.



Escrito por André Takeda às 11h31
[ ] [ envie esta mensagem ]


Malandragem alemã

Ontem um taxista reclamou que o goleiro Lehmann recebeu da comissão técnica um papel dizendo para qual canto cada jogador argentino bateria o pênalti. Ele afirmava que isso era, no mínimo, espionagem e que também poderia ser considerada uma atitude anti-fair play, ou seja, passível de punição pela FIFA. Era só o que me faltava ter que escutar os argentinos reclamando da malandragem dos outros. Pensei em comentar sobre a água que ofereceram para o Branco na Copa de 90, mas preferi não desenterrar o passado naquele momento. O canal TyC Sports fez uma reportagem especial sobre o tema, mostrando que o goleiro alemão pulou no canto certo em todas as cobranças.



Escrito por Fabiano Goldoni às 21h00
[ ] [ envie esta mensagem ]


Com vocês, Walter Nelson



O tiozinho aí de cima é o Walter Nelson, narrador de futebol do canal TyC Sports, que detém os direitos de transmissão da Copa para a Argentina. O Walter, que na foto está fazendo propaganda para a empresa Hair Recovery, não é um narrador qualquer. Ele fala de um jeito engraçado e solta frases bizarras no meio dos jogos. E ainda inventou a teoria de que a seleção brasileira sempre faz gols no final do primeiro tempo ou no começo e final do segundo. E fica repetindo isso exaustivamente: "Os brasileiros estão jogando mal, mas, cuidado, estamos nos 5 minutos finais do primeiro tempo". E você pode ter certeza de que ele vai ficar repetindo isso durante TODOS estes 5 minutos. Se o gol sair, ele vai gritar: "Eu disse! Eu disse!".

Ontem, no jogo que eliminou o Brasil, ele praticamente ficou fazendo piadas contra a nossa seleção todo o jogo. Chamava o Ronaldo de gordo, o Ronaldinho de dentucinho e por aí vai. E também ficava reclamando da eliminação da Argentina. Tanto é que o comentarista teve que dizer uma hora que era para ele parar de chorar.

Mas a frase final do Walter Nelson é que me marcou. O comentarista disse que a torcida francesa estava pulando muito. E o Walter encerrou: "SE EU FOSSE FRANCÊS, ESTARIA TOCANDO AS ESTRELAS".

É... pode até faltar cabelo no tio Walter, mas não falta poesia.

Escrito por André Takeda às 15h40
[ ] [ envie esta mensagem ]


Começou a corneta

Muito boa a foto da capa do Olé de hoje.

Mas o mais legal é o trocadilho que está bem ali no canto: como me río de Janeiro.



Escrito por André Takeda às 14h48
[ ] [ envie esta mensagem ]


Camiseta onipresente

Em toda multidão, sempre tem alguém com ela. Seja no meio da torcida brasileira em Recife, numa manifestação dos Sem Terra, num grupo de turistas assistindo uma corrida de cachorros em Miami, numa turma de garimpeiros em Roraima ou em qualquer lugar que tenha uma câmera ligada e mais 5 brasileiros tentando aparecer, ela sempre vai estar lá. E é claro que ela não poderia deixar de aparecer entre os torcedores brasileiros em Buenos Aires.

 



Escrito por Fabiano Goldoni às 14h21
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 

Dois brasileiros, André Takeda e Fabiano Goldoni, vão assistir a Copa do Mundo de 2006 na Argentina. Como diria o grandioso, magistral, inenarrável, fulgurante, Galvão Bueno, "que drama, meu amigo!".

Legais
Vote
Dê uma nota para
o Haja Corazón



Arquibancada
 André Takeda
 Fabiano Goldoni
 Redação UOL
 Soninha
 Enviados UOL
 Linha Burra


Vídeos

Melhores momentos da Seleção Argentina

A verdade sobre a Copa de 90

Treino da Argentina


Clima de Copa do Mundo

Torcida em Buenos Aires

Argentina x Alemanha








Histórico
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006